blogue

23/06/14

Bem-vindo ao Centro Virtual sobre o Envelhecimento

ASPSI - Associação de Apoio e Estudo às Psicognosis na Raia Central tem o prazer de lhe dar as boas-vindas ao Centro Virtual sobre o Envelhecimento. Este portal é criado no âmbito do projeto “Espaço Transfronteiriço sobre o Envelhecimento” cofinanciado pelo Programa de Cooperação Transfronteiriça Espanha-Portugal 2007-2013 e tem como instituições parceiras, para além da ASPSI, a Fundación General de la Universidad de Salamanca, o Centro de Referencia Estatal de Atención a Personas con enfermedad de Alzheimer y otras Demencias del IMSERSO e a Associação Humanitária de Doentes de Parkinson e Alzheimer, contando ainda com a colaboração da Fundación Reina Sofía, enquanto sócio estratégico. 
 
O envelhecimento da população é um fenómeno sociodemográfico que tem vindo a alterar a imagem do mundo em que vivemos, afetando de forma particularmente significativa os países desenvolvidos devido ao aumento da esperança de vida e à diminuição progressiva das taxas de natalidade. Na região transfronteiriça Portugal-Espanha, esta realidade é cada vez mais premente. De acordo com as mais recentes previsões da Comissão Europeia apresentadas este ano, em 2010 a população com mais de 65 anos em Espanha era de 7.8 milhões e de 1.9 milhões em Portugal; em 2060 passará respetivamente para 16.4 milhões e 3.3 milhões. O envelhecimento e o êxodo da população são cada vez mais acentuados nesta região, contribuindo para a sua debilidade económica. 
 
Consciente desta realidade, o Centro Virtual sobre o Envelhecimento surge como um espaço de conhecimento e de aprendizagem de qualidade através da inovação, da cooperação e do intercâmbio de boas práticas, de forma a promover a criação de novos perfis profissionais de jovens qualificados, especializados nas temáticas associadas à promoção de um envelhecimento de qualidade. Este espaço comporta uma série de serviços virtuais e presenciais e é dirigido a profissionais da área, estudantes, familiares e cuidadores, funcionando numa lógica de aprendizagem colaborativa. Trabalhamos em torno de três ideias principais: o aumento da esperança de vida, a consequente necessidade de incrementar o tempo de qualidade e a criação de novas oportunidades de emprego nas áreas associadas ao envelhecimento.
 
As instituições parceiras deste projeto procuram assim cimentar as bases para a construção de uma visão comum entre Espanha e Portugal face a esta realidade social. A versão espanhola do portal, que tem como parceiro principal a Fundación General de la Universidad de Salamanca, encontra-se plenamente solidificada e tem sido um importante instrumento de apoio para vários cuidadores, familiares e pacientes de doenças neurodegenerativas. Abraçamos agora o desafio de lançar a versão portuguesa, ambicionando e acreditando que obteremos o mesmo nível de sucesso.
 
Para tal, contamos com o seu apoio e interesse. Para além do enfoque na investigação e na aprendizagem, a consciencialização e a solidariedade são igualmente fundamentais para responder aos desafios colocados pelo envelhecimento crescente da população. Uma realidade que nos afecta a todos, de uma forma ou de outra, e para a qual devemos contribuir na procura de respostas e soluções comuns. 
 
Através deste projeto, a ASPSI pretende prosseguir os seus objetivos de melhorar a qualidade de vida das pessoas que padecem de qualquer tipo de demência e dos seus prestadores de cuidados, fomentar a formação social e profissional dos pacientes e de quem cuida deles, bem como promover ações de formação profissional no âmbito da autonomia, evolução pessoal, integração e no domínio das novas tecnologias da informação e comunicação para permitir uma melhor integração dos pacientes e prestadores de cuidados.
 
Seja bem-vindo,
 
João Silveira Carvalho,
Presidente da ASPSI - Associação de Apoio e Estudo às Psicognosis na Raia Central.